PPA é aprovado na CMB com 81 emendas favoráveis

0

Nesta terça-feira (7), em Sessão Extraordinária, foi aprovado Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 da capital paraense que prevê uma receita de R$ 14,9 bilhões. Desse total, R$ 14,6 bilhões foram destinados aos programas por áreas e seus projetos, além de manter o funcionamento da gestão, operacionalização e manutenção da administração pública. O montante de R$ 391,2 milhões irá se destinar ao custeio do Poder Legislativo Municipal.

Vereador Zeca Pirão

Segundo o presidente da Câmara Municipal, vereador Zeca Pirão (MDB), a votação do PPA foi histórica: “A CMB encontra-se em um momento muito coeso, nós discutimos as emendas e colaboramos ativamente com o Plano Plurianual, onde 81 (oitenta e uma) emendas foram aprovadas. Servidores municipais também saem daqui como vitoriosos. Nosso trabalho foi cumprido, por isso agradeço a participação de todos os vereadores e vereadoras que contribuíram neste momento”, ressaltou o presidente.

Vereador Fernando Carneiro

No total foram propostos pelos 35 vereadores 221 emendas de conteúdo, 140 tiveram parecer contrário pois extrapolavam as metas estabelecidas no PPA, e 81 emendas aprovadas. Segundo o presidente da Comissão de Economia e Finanças da Casa, vereador Fernando Carneiro (Psol), todas as emendas foram analisadas cautelosamente “É a primeira vez que a comissão de economia analisa emenda por emenda, sugerindo alterações para aproveitar o espírito da proposta”, pontuou o vereador Fernando Carneiro.

No momento da votação servidores municipais estiveram presentes. Demandas que foram requeridas e prometidas para a classe também foram aprovadas, como: o realinhamento do salário base do servidor público ao salário-mínimo. Atualmente o salário do servidor encontra-se no valor de R$ 827,00 e há 6 (seis) anos não sofre reajuste. Outra emenda que também é voltada aos servidores e que trata da realização de concurso público, modernização da infraestrutura de trabalho, universalização do ticket de alimentação, também foi aprovada.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade